O que são as Terapias Holísticas?

Holístico vem do termo “holos” que em grego significa todo ou inteiro. Os diversos tipos de terapias holísticas vão atuar ajudando em todos os aspectos: espiritual, mental, emocional e físico porque um é consequência do outro.

Se a espiritualidade for pouco trabalhada ou a conexão com o divino não está acontecendo, vai resultar em pensamentos negativos, pessimistas e que influenciam diretamente nas emoções. Maus pensamentos causam maus sentimentos instantaneamente. Tudo isso somatizado vai gerar consequências no corpo físico, ou seja, as doenças.

As terapias holísticas aqui no Ocidente ainda são consideradas “alternativas”, porém são utilizadas há milênios no Oriente e as que vêm surgindo são baseadas nesses estudos antigos que foram passados de forma empírica durante os séculos. O importante é notar o resultado, a cura acontece na raiz do problema e não apenas remedia os sintomas.

Listarei abaixo algumas técnicas e ferramentas terapêuticas e de autoconhecimento, e também tipos de terapias que derivam da Psicologia e Psicanálise com uma abordagem integrativa. Para ficar mais claro, as técnicas e ferramentas terapêuticas podem ser usadas como auxiliadoras em uma terapia mais longa. Normalmente elas utilizam a Física Quântica, Pontos de Energia, Frequências Vibracionais e Respiração como base.

Algumas delas: Reprogramação Quântica Emocional, EFT, Barras de Access, Homeostase Quântica Informacional, Cromoterapia, Florais, Acupuntura, Reiki, Ho’oponopono, PNL, Hipnoterapia, Constelação Familiar, Biometafísica Facial, Linguagem do Corpo e o que dá sustento a todas elas, a meditação.

E como saber se está precisando fazer terapia?

A reposta é: se observando e se conhecendo!

Se você parar e analisar pelo menos esses seis pontos a seguir, já vai ter um grande avanço:

– Observe suas reações frente a algum problema, se existem explosões constantes ou se fica deprimido e se isola, ambos os casos causando prejuízos, principalmente com relacionamentos próximos e queridos.

– Perceba se padrões familiares negativos estão se repetindo na sua vida e por mais que tente não consegue mudar.

– Possui dor de cabeça constante e já fez vários exames e nada foi constatado.

– Tem compulsão por alguma coisa: Alimento, trabalho, estudo, sexo ou exercícios físicos.

– Sofreu algum trauma no passado que ainda hoje te perturba e é um impedimento para avançar e realizar seus desejos.

– Ouça as pessoas ao seu redor. Quem te ama vai te dizer coisas que a princípio podem doer, mas será pensando na sua felicidade.

Muito amor e luz no seu coração!

Paula