Qual é o peso que você coloca nos problemas?

Todos temos várias situações na vida as quais classificamos como problemas. E qual é o peso que você está colocando em cada uma delas? Qual a influência dessa situação na sua vida hoje?

Por outro lado, tem alguns acontecimentos que para você não tem o mesmo peso que teria para outra pessoa. Concorda?

Tudo depende! Mas depende principalmente de você! Quando você coloca muito foco, dando um peso e um valor alto para certa situação, a qual você denominou um “problema”, ela aumenta de tamanho, ela realmente se torna aquilo que você decidiu que seria.

Diante de uma situação inusitada respire antes de classifica-la, o ar que entra nos seus pulmões vai circular pelo seu corpo e oxigenar seu cérebro, te ajudando a ser mais racional nesse momento. Temos que dar a atenção devida para cada uma dessas situações, porque estamos encarnados neste planeta justamente para viver todas as experiências possíveis. mas analise de forma consciente, trazendo para dentro, olhando primeiro em você.

Problemas da vida não devem ser resolvidos como matemática, mas fazendo apenas o que diz respeito a você, pergunte: O que esse problema quer me mostrar? Ou me ensinar? Volte-se para dentro e ouça a voz do coração. Você vai ver que tudo vai se encaixando sem precisar gastar energia extra.

Quando começar a aplicar esses conceitos na sua vida, vai perceber que grandes mudanças começarão a acontecer no seu interior e em seguida no seu exterior. Muitas pessoas evitam encarar seus problemas olhando de dentro para fora, se colocando como responsável, porque isso pode significar descobrir a verdade e isso gera uma energia tão forte que pode te lançar para fora da zona de conforto.

Para mim, isso seria um presente e para você? A zona de conforto é o pior lugar para se estar, estar confortável no pior sentido da palavra nos mostra uma pessoa fraca, com energia acumulada e cria a ilusão de que a vida está parada.

O que essas pessoas não sabem é que a vida fora da zona de conforto continua e não é possível estar parado, mas enquanto o universo segue seu ritmo, quem não segue com ele está ficando para trás.

Vamos sair agora desse lugar e usar essa energia para a coisa certa?

Abraços

Paula