Tanto o inimigo quanto a cura habitam dentro de você

Conheça o inimigo do seu ser: você mesmo! Você já deve ter ouvido isso milhões de vezes, porém entenda agora de uma vez por todas do que se trata esse inimigo e também a sua cura.

Desde que nascemos o nosso EU ou EGO começa a ser formado e nessa construção várias fontes são responsáveis por preencher esse ser ainda puro. Primeiro são depositadas as crenças dos pais, dos familiares mais próximos e parte do ego de cada um deles também.

Em seguida quando seu pequeno mundo começa a se expandir, o sistema começa a depositar suas regras, valores materialistas, crenças preestabelecidas, crenças religiosas e mais um pouco do ego dos colegas de escola e amigos próximos.

Conforme o tempo passa, a verdadeira essência vai ficando soterrada pelas programações impostas pelo sistema. Quem não segue a programação é considerado anormal, é diferente e o “normal” é fazer tudo como manda o figurino.

Mais e mais programações que são interessantes para o sistema vão sendo inseridas de formas subliminares na mente das pessoas como medo, culpa, as doenças da moda, a maioria das vacinas e uma série de outras.

Enquanto isso todo contato com o divino em nós vai se perdendo, mesmo porque quando queremos buscar algo procuramos a religião e no fim, nos mantemos no mesmo ciclo materialista que já estávamos. O verdadeiro eu continua soterrado e não vai conseguir se manifestar enquanto o lixo todo não for retirado. Por isso a cura é esvaziar-se do ego, de toda programação que te formou até hoje e viver no mundo, sem pertencer a ele.

A maioria das pessoas hoje não são normais, são normóticos! Essa terminologia representa bem do que a população é formada. Não sou a favor de passeatas ou manifestações, na verdade nada disso seria necessário se tivéssemos uma maioria de despertos, os questionamentos dever ir além do que o sistema terreno oferece.

Somos uma porcentagem bem pequena de matéria. Somos energia, habitando um corpo nessa dimensão. O universo é muito mais do que nosso lindo planeta. Nosso coração vibra o que sentimos e o amor tem uma frequência tão fantástica que se uníssemos multidões nesta mesma sintonia teria um efeito bem mais poderoso do que fazer qualquer manifestação física.

Para nos  esvaziar, devemos tomar consciência do nosso ego, conhecer nossas crenças limitantes e nos abrir para o novo. A meditação é a melhor ferramenta para ser usada nesse processo de limpeza, outras como Reprogramação Quântica Emocional, o Ho’oponopono, Florais, Cromoterapia, entre outras, auxiliam na eliminação das crenças e padrões mais profundos, harmonização, expansão e equilíbrio. Conforme vamos nos limpando e trabalhando o autoconhecimento, o ser divino que habita em nós vai ganhando espaço e encontraremos a paz que tanto procuramos.

Não sei quanto a você, mas eu sempre questionei essa maneira de viver que as pessoas seguem cegamente. Depois que iniciou meu processo de despertar que fui entender que eu só queria ser eu, não o que queriam que eu fosse ou o que o sistema quer que eu seja.

Essa é a minha verdade, é o que meu coração sente paz em acreditar. Aconselho fortemente que faça isso também. Consulte sempre seu coração, use fontes internas, não externas para confirmar em qual visão de mundo você se encaixa. O importante é nos respeitarmos e colocarmos o verdadeiro amor do Cristo em ação.

Muito amor e luz em seu coração

Paula